Insights sobre o engajamento nos Stories

Você se lembra daquela pesquisa da Squid, que descobriu que perfis com até 30 mil seguidores são mais eficientes no engajamento no Instagram? Se você ainda não conferiu este artigo, recomendamos que dê uma rápida lida nela, pois esta matéria traz umas informações complementares bem importantes para sua estratégia na criação de conteúdo. Nós montamos um segundo artigo para trazer alguns insights da pesquisa que valem a pena fica de olho. Então se liga nas próximas linhas para saber um pouco mais sobre os hábitos dos usuários do Instagram.

Insights sobre o comportamento dos internautas

Uma ideia que pode ter passado pela cabeça de quem leu o resumo da pesquisa é de que os influenciadores que publicam mais stories deveriam ser os que mais geram engajamento, certo? Errado! Pois é, meu querido amigo, a pesquisa colocou esse pensamento em xeque. De acordo com o levantamento da Squid, o número publicações não interfere positivamente no engajamento. Ao traçar a média de visualizações das postagens foi descoberto que após o segundo stories a tendência é que os usuários parem de assistir o conteúdo.

Esse indicador aponta que devemos concentrar nossos objetivos com alguma publicação nos dois primeiros stories se quisermos despertar alguma ação no espectador. Dessa forma, planeje bem o que você vai dizer nesses primeiros 30 segundos.

Por falar nisso, qual tipo de conteúdo você acredita que atrai mais os usuários? Tenho quase certeza de que você disse “vídeo”. Você está errado novamente, companheiro! No levantamento também foi revelado que as imagens performam até 25% mais que os vídeos na plataforma.

Isso não significa que você deve abolir os vídeos, mas deve mesclá-lo com as fotos e utilizar mais as imagens estáticas em suas estratégias.

Quando postar?

Por fim, vale a pena ficar atento aos melhores momentos do dia para postar seus conteúdos no Stories. Com relação aos melhores horários para a publicação de stories foram observados que houveram picos de audiência ao longo do dia, sendo às 23h o campeão. Os demais picos aconteceram às 08h, 11h, 14h e 17h.

Curiosamente os horários de pico são basicamente aqueles intervalos entre as obrigações do dia a dia dos usuários, como por exemplo, o deslocamento do trabalho, que pode ocorrer às 08h. As 11h e 14h são horários próximos as pausas para o almoço. Já as 17h coincide com o fim do expediente. O campeão, às 23h pode significar que antes do merecido descanso, os usuários gostam de conferir tudo que rolou nas redes sociais.

Essas informações são úteis para que sejam programadas publicações e conteúdos bem específicos que “casem” com o atual momento do internauta. Se a sua estratégia for bem alinhada, é possível ter grandes resultados.

E aí, o que achou desses insights? Já imaginava esses resultados? Deixe sua opinião nos comentários.