Você sabe o que é neuromarketing?

por Owl Interativa 4 semanas agoSem comentários
Você sabe o que é neuromarketing?

Você já analisou como é feita sua decisão de compra? Caso você nunca tenha pensado nisso, é bom prestar atenção nisso, pois isso é muito importante para que você entenda um pouco melhor sobre o tema desta matéria. Vamos a uma outra pergunta importante para que fique mais claro saber o que é o tal do neuromarketing.  O que você recebe em forma de anúncio ou mesmo a sensação experimentada por você no ato de compra influencia na sua decisão? Se a sua resposta foi “sim” para nossa segunda pergunta, saiba que agora está um passo mais a frente de entender o que é o neuromarketing e como ele pode ser uma ferramenta poderosa para turbinar as vendas do seu negócio.

Afinal, o que é neuromarketing?

Podemos definir neuromarketing como a união da neurociência com o marketing. Pode parecer abstrato demais pensar nessa técnica dessa forma, mas você logo verá que tudo isso faz muito sentido.

Acontece que a partir do que se é conhecido do funcionamento do cérebro, é possível planejar estratégias de marketing que podem criar uma experiência no consumidor de forma que ele se interesse pelo seu produto ou serviço.

O grande trunfo do neuromarketing é descobrir o comportamento do consumidor. Tendo essa informação, é possível otimizar suas estratégias. É melhor estimular seu potencial por meio de que tipos de recursos? Vale a pena associar seu produto a um som?

A emoção gera ação

No mundo do marketing, mexer com a emoção das pessoas pode se traduzir em vendas e engajamento, quando se atinge os objetivos, ou em desconforto e afastamento do consumidor quando não se consegue gerar emoções positivas.

Quando falamos de campanhas publicitárias que visam o aumento das vendas, a maioria das marcas deseja despertar no consumidor sentimentos positivos que possam ser associados aos seus produtos ou serviços. As mensagens em geral tentam transmitir ideias de confiança, satisfação, alegria, compaixão, etc. As emoções de característica positiva reforçam ideias e atributos desejados a um produto ou marca. Isso pode se refletir em mais vendas e engajamento no público que aprecia a sua mensagem.

Apesar disso, é possível trabalhar com, digamos, sentimentos mais negativos. Não estamos falando necessariamente da raiva e do ódio, mas naquela sensação de urgência, por exemplo. Ela desperta no consumidor o estado de alerta e quando usada da maneira certa faz com que ela funcione como um gatilho para que seu público preste mais atenção na sua mensagem e reaja de forma mais rápida ao seu conteúdo.

Viu só como o neuromarketing pode ser uma estratégia poderosa para o aumento das suas vendas?

Categoria:
  Inbound
este post foi compartilhado 0 vezes
 000

Leave a Reply

Your email address will not be published.